FÓRUM DOS JORNALISTAS MARCA ABERTURA DE NOVA ASSOCIAÇÃO

    A Associação Comercial Industrial Agropastoril de Barra Mansa recebeu na noite do dia 26 de Maio o II Fórum dos Jornalistas do Sul Fluminense. O evento promoveu um debate sobre as últimas mudanças da categoria no estado do Rio de Janeiro reunindo desde profissionais formados de várias áreas como assessorias, rádio, televisão e jornais impressos, até estudantes de jornalismo dos dois centros universitários da região que oferecem o curso em sua grade: UBM e UNIFOA. Para a abertura do evento, esteve presentes autoridades como Fernando Vitorino, diretor de extensão e relações comunitárias do UBM e o Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Rio de Janeiro, Luiz Edmundo Continentino Porto. “Saio daqui feliz por ver o grande número de presentes a fim de discutir mudanças e melhorias para a classe jornalística na região”, salientou Continentino.

    Durante a solenidade, os organizadores prestaram uma homenagem à família da jornalista Thais Torres, morta em 2008 durante um acidente de trânsito em São Paulo, onde trabalhava há apenas 10 meses como assessora. Andressa Torres, irmã de Thais se disse bastante emocionada pelo carinho e aconselhou os estudantes a viverem com afinco pela profissão. “Thais era jornalista de nascimento e fazia isso com muito amor!”, afirmou. Na placa entregue à mãe e irmã presentes no evento, uma frase resumia a pessoa de Thais: “Será sempre referência da capacidade de driblar os desafios com sorriso largo e encontrar razões para seguir nessa profissão que nos move”.

    O tema dessa segunda edição foi “Empreendedorismo nas novas mídias”, visando responder dúvidas frequentes dos estudantes e jornalistas já formados de como se sobressair em meio a tantas novidades e conquistar um espaço no mercado de trabalho tão concorrido. A jornalista e assessora de imprensa da Prefeitura Municipal de Barra Mansa, Thaissa Costa, foi a escolhida para mediar o debate entre a analista do SEBRAE Alcione Vilanil e Miguel do Rosário, responsável pelo blog “O cafezinho”, site que trata de assuntos do cotidiano com ênfase em políticas públicas e assuntos de interesse geral. Alcione destaca que hoje em dia a grande missão dos jornalistas é ocupar o espaço que é deles por direito como blogs, jornais, internet, mas que não está sendo ocupado por ele por falta de conhecimento ou de adequação ao tipo proposto. Para Miguel do Rosário, o primeiro passo para quem quer ser independente na profissão é um blog, onde pode ser chefe e responsável por aquilo que posta sem censura. Douglas Gonçalves, coordenador do curso de jornalismo no UNIFOA, porém alerta “É essencial conhecer a realidade para poder lutar com ética pelos direitos”.

Assista abaixo a segunda parte do fórum que discutiu sobre a associação dos jornalistas no sul fluminense.

bruna-cuconato

Matéria por Josiel Lucas e Léo Rocha

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s