DESEMPREGO: PROBLEMAS E SOLUÇÕES

Um dos problemas da sociedade de hoje é o desemprego e essa questão está cada vez mais frequente na vida dos jovens entre 18 a 25 anos. Para aqueles que estão começando uma carreira, o índice da falta de emprego aumentou de 10,5% de dezembro de 2014, para 15,7% no último mês de maio. Essa porcentagem é a maior dos últimos 10 anos.

A escassez de oportunidades se dá, segundo especialista, por diversos fatores. O primeiro deles é a economia. O rumo que ela vem tomando nos últimos tempos é preocupante e a geração de empregos é menor, já que muitas empresas demitem funcionários para diminuir custos. Outro fator que contribui é a seletividade das empresas em contratar profissionais mais qualificados, deixando de fora aqueles que querem iniciar uma carreira profissional, já que os mais experientes tendem a produzir e gerar mais serviço.

Assim como todo o país que enfrenta essa ferrenha crise, a cidade de Barra Mansa não está longe do temido desemprego. A maior parte comercial e empresarial da cidade se localiza no centro, que antes era um lugar com várias oportunidades, desde estágios em pequenas empresas a trabalhos comerciais, que hoje em dia diminuíram gradativamente.

Apesar disso tudo, as pessoas estão buscando outras formas de conseguir dinheiro, o chamado comércio informal está bem presente na cidade, em cada esquina você vê pessoas vendendo desde alimentos a artes próprias.

Com a frágil economia, jovens e adultos são afetados, muitos buscam formas de se sobressair em meio a crise,como a artesã Ludmila Rocha da Silva, de 39 anos, que transformou um hobby em sua forma de sustento. “Como sempre trabalhei fora, fazia como hobby. Depois que ganhei meu segundo filho, resolvi sair do serviço para cuidar melhor dele. Foi aí que comecei a fazer com mais freqüência meus artesanatos, sempre presenteando um amigo ou familiar, com isso as pessoas foram gostando e assim começou a surgir as encomendas. Desde então não parei mais, e sempre surgindo mais oportunidades de divulgação”, conta.

Buscando novos meios de trabalho, as pessoas vêm driblando a crise econômica e tirando de seus hobbies o seu sustento através do comércio informal, que, vem crescendo e ganhando mais espaço na sociedade, conseguindo assim, ser uma resposta contra o desemprego.

blog

Artesanato é uma das formas mais comuns de comércio informal

LEOLUIZA

Matéria Léo Rocha | Entrevista Luíza Batista

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s